Android basico

Android básico – O que é bootloader no Android

Todo mundo sabe que “dar um boot” em qualquer computador significa na verdade “iniciar” o mesmo. Mas esse termo normalmente é sempre ligado a computadores. Existem os famosos “gerenciadores de boot” onde você escolhe se quer iniciar o Windows, o Linux ou mesmo o OSX em seu PC. Isso é comum. Mas e no Android: o que é um bootloder? para que serve o bootloader? E o principal: para que destravar o bootloader do Android? Vamos tentar explicar essas perguntas.

bootloader-android

O que é bootloader no Android?

Bootloader é um pedaço de código que é executado antes do android iniciar o Kernel. Podemos dizer então que o bootloader é o responsável pelo boot, ou inicialização do celular. No Android, o bootloader (gerenciado de boot) é uma função que vem de fábrica travada, ou seja, não dá para você alterar o boot, ou a inicialização do Android. Os fabricantes de celulares alegam que isso que é uma prevenção de segurança, pois o usuário “desavisado” pode fazer algo errada e transformar o celular em um peso de papel, mas isso não faz muito sentido já que o próprio Google, criador do sistema, vende seus aparelhos (linha Nexus) com o bootloader destravado. Então a verdade é que os fabricantes travam o bootloader pois não querem que os usuários troquem a ROM do aparelho, já que se algo dar errado no processo, eles vão ter que arcar com os custos de uma possível garantia. Isso explica porque os aparelhos perdem a garantia quando alteramos o bootloader ou mesmo damos acesso root.

Quais as vantegens de desbloquear o bootloader?

Enquanto que ao dar acesso root ao Android você consegue o acesso “Super user” ao aparelho e automaticamente pode desinstalar e instalar qualquer aplicativo no sistema, com o Bootloader você vai poder além disso, modificar a ROM do seu aparelho.

Para você instalar uma ROM modificada é necessário ter o bootloader destravado. Caso você não queira instalar uma ROM customizada e nem pretenda um dia usar uma, não há motivo para habilitar essa função. Você pode fazer Root sem desbloquear o bootloader.

Muitos celulares ao fazer o root automaticamente desbloqueiam o bootloader, já outros o processo é mais difícil e é feito a parte do root.

Quais as desvantagens de desbloquear bootloader?

A principal desvantagem, conforme já dito é que você anulará a garantia do seu aparelho. Além disso você pode perder aplicativos proprietários, como por exemplo o software Bravia Engine que melhora as telas da Sony, ou outras tecnologias de outras marcas. Outro motivo é que pode acontecer de se aparelho se recusar a atualizar via OTA, apesar que no Brasil raramente os fabricantes fazem.

Como posso saber se posso desbloquear meu bootloader?

Sim, existem aparelhos que simplesmente é impossível desbloquear o bootloader, pelo menos demora tempos para os desenvolvedores fazerem isso, ou desistem. Para saber isso, faça o seguinte:

  • Vai no discador de telefone
  • Digite: *#*#7378423#*#*
  • Agora vai em >Service info > Configuration> Rooting status.
  • Aparecerã uma mensagem, seja uma das duas abaixo:

“Bootloader unlock allowed” – Você pode desbloquear o seru bootloader
“Bootloader unlock not allowed” – Esquece, você não pode desbloquear.

 

 

You Might Also Like

2 Comments

  1. 1

    André, ainda que o bootloader esteja unlock not allowed, teoricamente, poderíamos instalar um linux arm bootável numa sd, plugar essa sd com o linux, e passar a ficar com o equipamento super usuario?
    Ganhei um tablet do meu esposo no meu último aniversário e tive que começar a ler sobre o assunto para poder me entender com o aparelhinho. O SO é o android 4.0.4 mas não gosto muito não. É rápido e tals mas não gostei de saber que ficam registrando e lendo tudo que faço e por onde passo. Neste sentido, o linux é muito mais seguro, pois mantém a privacidade do usuário.

  2. 2

Deixe uma resposta

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>